Dedico e dirijo este blogue a todos aqueles que tiverem passado (ou estiverem a passar) por histórias de cancros, quer como protagonistas, quer no papel de acompanhantes na luta contra a doença, mas espero por cá encontrar qualquer contributo que qualquer um considere válido.
A intenção principal é trocar experiências de forma direta e sincera, sem necessidade de qualquer apoio no escudo da força constante e do pensamento sempre positivo, que tantas vezes não estão presentes, mas parece haver uma imposição social para que assim seja...
Sejam bem-vindos! E divulguem este blogue!

Por aqui, discorre-se sobre:

... Acompanhamento Psicológico Ajudar quem Ajuda Alertas Alimentação Alopécia Antes e Depois Aquisições autoestima Brincadeira Cancro da Mama nos Homens Cansaço Chamar os bois pelos nomes Cirurgias Cirurgias de Amigas Codependência Coisificação nas Doenças Prolongadas Complicações Pós-operatórias Consultas Conviver Cumplicidade Dar / Receber a Notícia Desafios Desânimo Desejos Desespero Despedida Diagnóstico Dicas Dieta Distinções Efeitos Secundários de Medicação Emagrecer Encontros de Amigas Esclarecimento Esperança Estilo de Vida Estímulos Exteriores Exames Pré-operatórios Exemplos Famosos Com Cancro Feminilidade Filosofia de Vida Pós Doença Fisioterapia Fracassos Gang da Mama histerectomia Histórias de Luta Hormonoterapia Hospitalizações Humor Implicações Psicológicas Incongruências Informação Lingerie Correta Lingerie Pós-Operatória Medos Meios Complementares de Diagnóstico Meios de Diagnóstico Menopausa Depois do Cancro da Mama Modos de ser Mudanças na Vida Natal Nova Normalidade Novas Amizades Novidades O Cancro em Pormenores O Cancro Não é Só uma Doença; é um conjunto de doenças O Cancro Não é Só uma Doença; é um conjunto de doenças; efeitos secundários da medicação Ocupação em Tempo de Baixa Os cancros dos amigos e familiares Palavras Alheias a Propósito do Propósito Parabéns Partilhar a Doença Perdas Pós-cirurgia Pós-operatórios Prazer em encontrar quem nos entende Prazeres Prevenção Prevenção de Recidivas Processo de Recuperação Projetos de Sensibilização Quimioterapia Radioterapia Rastreio do Cancro da Mama Reações Alheias Reações Pessoais Reconstrução Mamária Regresso à normalidade Regresso ao Trabalho Sentimentos negativos Sexualidade Sinais Sintomas Solidão Tamoxifeno Terapias Toque Tram Flap Tratamentos Verdade Verdadinha Vitórias Vontade de ter poder sobre a doença

riscos marcantes

riscos marcantes

NOTE BEM

No dia 11.1.11, este blogue passou a ser escrito à luz do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

domingo, 31 de outubro de 2010

Noite de Nomeações, vulgo Bruxaria



Aqui se afixa o anúncio para a Grande Noite das Bruxas do Reino do Gang da Mama.
Vestidas com as vossas melhores peças, desenhadas e concebidas pelos melhores costureiros, estais todas convidadas a aparecer por cá, para que se eleja a Bruxa Mor do Gang, respeitante ao dia de hoje, a qual será presenteada com esta espécie de selo, que poderá levar para sua casa / blogue seu.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Um Laço Rosa à Volta do Mundo

Aderir aderi, mas não voltei a atinar com o caminho para o laçarote... Snif!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

As Rosinhas, cheias de Esperança, na Praia



Para quem já conhece, nunca é de mais voltar a ver; a quem não conhece, sugiro que pensem que todas estas meninas já passaram por muitos maus bocados, mas estão cá, de pedra e cal, sem vontade de largar os seus pertences mais valiosos deste mundo: aqueles que lhes querem bem.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Ontem Fui a Rio Maior - como uma rosa, esperança


Fui ver as nossas meninas no palco, no Cine Teatro de Rio Maior. Levei o marido e os quatro rebentos.
Fomos ver o início de mais uma temporada de espectáculos do Projecto Rosa, Esperança. Foi um convite expresso da Cinda e acabou por ser, para mim, uma surpresa, ver também em palco a Nela e a Alda. (Como vêem, ainda sou caloira nisto)
Todos adorámos o espectáculo, forte, envolvente, cheio de tudo o que rodeia e integra a vivência pessoal e familiar do cancro da mama, desde a hora do susto em que se percebe que algo não está bem connosco, até ao momento em que se chega à certeza de que "o melhor ainda está para vir".
São muitas as ocasiões em que a lágrima não evita chegar-nos ao canto do olho e se atreve mesmo a rolar-nos pela face, de tão genuinamente vermos retratada uma história de medos e forças entrecruzados, sempre com um olhar de luz dirigido a uma meta de vitória sobre a adversidade, porque a adversidade não há-de ser mais forte do que a vontade de a vencer!
Considero este espectáculo muito importante para a sensibilização de qualquer cidadão no que concerne a muitos pormenores relativos a esta doença, tanto a nível médico, como a nível pessoal e emocional. Mas fiquei particularmente feliz por poder partilhá-lo com a minha família nuclear, que tem sido o meu suporte durante estes três anos, apesar de no início do processo os meus gémeos terem apenas 8 anos, o mano a seguir ter 10 e a mana mais velha ter 12 - gente que sempre esteve a par de tudo o que se passou comigo e que até me ajudou a ficar careca, numa sessão fotográfica numa tarde de sábado.
O país devia conhecer melhor estas rosinhas. Em minha opinião, o Projecto Rosa, Esperança é uma das formas de alertar para a prevenção do cancro da mama. Devia, portanto, ser ainda mais acarinhado, chamado às salas de espectáculo deste país e muito divulgado pela comunicação social. É que, apesar de estarmos no século XXI e de talvez sermos maioritariamente informados, a vida absorve-nos o tempo para o tratamento de outros assuntos e podemos esquecer-nos de nós.
Parece-me urgente ajudar as mulheres a lembrarem-se de si próprias, porque elas andam cansadas, muito preocupadas com os empregos, com os maridos, com os filhos, com os trabalhos domésticos... e até se esquecem de fazer a palpação, e até se esquecem de marcar para o ginecologista e de irem fazer as mamografias... E chega um dia...

Vivam, meninas!
Emocionámo-nos até às lágrimas (eu e o meu marido) e os miúdos pareceram ter interiorizado alguma coisa de que um dia talvez falem.

Continuem sempre, fantásticas amadoras da vida!

Um grande beijo para cada uma de vocês

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

O Gang da Mama Multiplicando Forças



Obrigada, Paula, pela foto.

Foi o meu primeiro encontro a todas as dimensões com estas minhas novas amigas, mulheres guerreiras, de coração grande e farto de amor para dar a todas, mesmo nos seus momentos mais baixos.
Vim para casa convencida de que tenho uma longa estrada a percorrer para lhes chegar aos... joelhos, digamos.
Adorei a boa disposição, a amizade, a franqueza da alegria dos reencontros, o mimo que me dedicaram, a brincadeira, os momentos de conversa mais a sério sobre como vão as coisas, a troca de prendas, as mensagens no livro dos registos das emoções...

A quem é que eu agradeço o facto de vocês terem aparecido na minha vida?
Que falta me fizeram durante quase três anos!

Agora... já cá estão no coração!

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Tenho estado no fundo dum poço, mas estarei convosco no sábado!

Desculpem esta minha ausência mesmo em cima do acontecimento. Afundei-me psicologicamente pela via profissional, e a minha dor disparou...
Mas...
Nem por nada faltarei ao encontro convosco, para o qual levo uma sacola enorme, com intenções de a trazer cheia das energias positivas e da alegria que vocês me vão transmitir. Porque vocês são do melhor que há. E se for de portar mal, eu alinho, eheh!

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Ao meu cunhado


"Hoje é o primeiro dia do resto da tua vida".
Foi isto que eu senti e marquei na agenda da minha vida a 23 de Janeiro de 2008.
O que mais te desejo é sorte, em todos os pormenores da luta contra o bicho mau. Mas sei que vais sair vencedor, pois é isso que tu és, que sempre foste e que continuarás a ser.
Este é um mês de luta contra o cancro. Não podias, portanto, estar mais acompanhado. E as minhas amigas guerreiras decerto vão também torcer por ti.

Um grande beijo meu, em especial (porque faço parte da tropa que anda na guerra)
E seis grandes beijos de Guipemaquimiti (a casa toda)

O NARCISO é o símbolo internacional da ESPERANÇA para todas as pessoas com Cancro.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Estou muito cansada da dor!!!

Veio o tempo fresco e a minha mama reconstruída à custa de uma puxadela do músculo grande peitoral para a frente da prótese, com uma boa camada de radioterapia em cima do próprio e da pele... desatou a queixar-se amargamente. Estou inconsolável. Eu sei que há milhões de pessoas pior do que eu, mas há alturas em que não consigo imaginar como é que vou viver para sempre como se tivesse vestido um sutiã meia-dúzia de números abaixo do meu e quando, já no máximo da aflição, vou para o tirar com vista a aliviar-me, caio redonda, porque não há nada para tirar! Tomo analgésicos fortes. É a minha única hipótese. Rebento com os rins e o fígado - ainda mais!
Desculpem o desabafo. Eu sei que não vos "ouço" queixar, mas a mim faz bem deixar sair esta amargura de tempos a tempos, caso contrário, começo a sentir vontade de desistir... A dor física dá cabo da cabeça de uma pessoa!
Estou extremamente cansada. A mama parece uma pedra. O braço pesa-me e dói do ombro até à mão, o stress causado pelos alunos, o frio e as emoções pioram tudo...
Ai, desaparecer, desaparecer!...

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

O Meu Blogue Musical Faz Hoje Dois Anos

No Dia Internacional da Música, apresento-vos o meu blogue musical, Os Mestres e as Criaturas Novas, que tem estado de férias há uns meses, mas talvez ainda seja uma caixinha de música apreciável.
Se for do vosso agrado, divirtam-se.