Dedico e dirijo este blogue a todos aqueles que tiverem passado (ou estiverem a passar) por histórias de cancros, quer como protagonistas, quer no papel de acompanhantes na luta contra a doença, mas espero por cá encontrar qualquer contributo que qualquer um considere válido.
A intenção principal é trocar experiências de forma direta e sincera, sem necessidade de qualquer apoio no escudo da força constante e do pensamento sempre positivo, que tantas vezes não estão presentes, mas parece haver uma imposição social para que assim seja...
Sejam bem-vindos! E divulguem este blogue!

Por aqui, discorre-se sobre:

... Acompanhamento Psicológico Ajudar quem Ajuda Alertas Alimentação Alopécia Antes e Depois Aquisições autoestima Brincadeira Cancro da Mama nos Homens Cansaço Chamar os bois pelos nomes Cirurgias Cirurgias de Amigas Codependência Coisificação nas Doenças Prolongadas Complicações Pós-operatórias Consultas Conviver Cumplicidade Dar / Receber a Notícia Desafios Desânimo Desejos Desespero Despedida Diagnóstico Dicas Dieta Distinções Efeitos Secundários de Medicação Emagrecer Encontros de Amigas Esclarecimento Esperança Estilo de Vida Estímulos Exteriores Exames Pré-operatórios Exemplos Famosos Com Cancro Feminilidade Filosofia de Vida Pós Doença Fisioterapia Fracassos Gang da Mama histerectomia Histórias de Luta Hormonoterapia Hospitalizações Humor Implicações Psicológicas Incongruências Informação Lingerie Correta Lingerie Pós-Operatória Medos Meios Complementares de Diagnóstico Meios de Diagnóstico Menopausa Depois do Cancro da Mama Modos de ser Mudanças na Vida Natal Nova Normalidade Novas Amizades Novidades O Cancro em Pormenores O Cancro Não é Só uma Doença; é um conjunto de doenças O Cancro Não é Só uma Doença; é um conjunto de doenças; efeitos secundários da medicação Ocupação em Tempo de Baixa Os cancros dos amigos e familiares Palavras Alheias a Propósito do Propósito Parabéns Partilhar a Doença Perdas Pós-cirurgia Pós-operatórios Prazer em encontrar quem nos entende Prazeres Prevenção Prevenção de Recidivas Processo de Recuperação Projetos de Sensibilização Quimioterapia Radioterapia Rastreio do Cancro da Mama Reações Alheias Reações Pessoais Reconstrução Mamária Regresso à normalidade Regresso ao Trabalho Sentimentos negativos Sexualidade Sinais Sintomas Solidão Tamoxifeno Terapias Toque Tram Flap Tratamentos Verdade Verdadinha Vitórias Vontade de ter poder sobre a doença

riscos marcantes

riscos marcantes

NOTE BEM

No dia 11.1.11, este blogue passou a ser escrito à luz do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

domingo, 23 de maio de 2010

Boneca de Trapos



Já só sinto dor
Pesam-me o corpo e a alma
Reduziram-me
A uma boneca de trapos
E obrigam-me, dia-a-dia
A viver um novo dia
Sem importar
Se eu o queria!

Eu nem pedi para nascer
Quanto mais para me doer!

10 comentários:

Rute disse...

....deixo-te um Beijo e um Abraço apertadinho, mas com jeitinho para não sentires mais dor.
Não tenho muitas palavras porque há momentos assim, em que nos sentimos bonecos de trapos, ou mesmo trapos sem forma alguma. Mas sei, que melhores dias virão, força e coragem não te faltam, vais sair VENCEDORA.

Outro abraço

alfa disse...

Alô Guida, que bom que é voltar a ver-te por aqui, remendada ou não...afinal, as bonecas de trapo nunca deixam de ser bonecas.

Palavra de verificação: Remegan (a mim lembrou-me remendar...vamos lá saber porquê...
Prescrição para as dores: Blogosfer 50mg, quantas vezes ao dia for necessário...aproveita para reivindicar um Lap Top ou então um EEE Pc e depois ficas deitadinha ou sentadinha num sitio bem confortável...bjs

Kimbanda disse...

G de Guida "G" de Guerreira.
Tudo passa, tudo passará...
Kandando amigo, suave e delicado.

Guida Palhota disse...

Rute:
Que boa surpresa encontrar-te aqui!
É bom saber que me achas capaz de dar conta deste recado... Venham esses dias melhores!

Um abraço
(mesmo com muito jeitinho)

- X -

Alfa:
Obrigada pelo receituário imaginativo. A mim , o Remegan soou-me também a nome de medicamento... Com tudo isso, só posso ficar boa. Pena é que demore tanto tempo.

beijos sem remendos

- X -

Kimbanda:
Gostei do teu kandando, a preceito.
Claro que tudo passa, mas eu tenho este jeito de me libertar da carga...

um beijo

A todos:
Peço desculpa pelos lamentos. Deixo-os sair para me sentir menos pesada...

Clarice disse...

Deixo um beijinho para ti*

Guida Palhota disse...

Clarice:
Deixo também um para ti.

Anónimo disse...

Olá. Passados que são já mais dias, espero que a dor seja já menor e o alento maior. Procura tudo o que te console, nem que seja lembrar-te de nós numa lufa-lufa diária e parva de fantoches (e com as maminhas a chegarem ao umbigo...)
Beijos grandes
teresasol

Guida Palhota disse...

Olá, Teresa!
A dor física é já suportável. A outra... ainda teima em aconchegar-se em mim! Mas hei-de expulsar a bandida, hei-de, ou eu não me chame Margarida!

Gostei de te ver por cá.

Um beijo saudoso

Georgina disse...

Muita força e um grande beijo, Guida...

Guida Palhota disse...

Obrigada, Georgina. Um beijo também para ti. E tudo de bom.