Dedico e dirijo este blogue a todos aqueles que tiverem passado (ou estiverem a passar) por histórias de cancros, quer como protagonistas, quer no papel de acompanhantes na luta contra a doença, mas espero por cá encontrar qualquer contributo que qualquer um considere válido.
A intenção principal é trocar experiências de forma direta e sincera, sem necessidade de qualquer apoio no escudo da força constante e do pensamento sempre positivo, que tantas vezes não estão presentes, mas parece haver uma imposição social para que assim seja...
Sejam bem-vindos! E divulguem este blogue!

Por aqui, discorre-se sobre:

... Acompanhamento Psicológico Ajudar quem Ajuda Alertas Alimentação Alopécia Antes e Depois Aquisições autoestima Brincadeira Cancro da Mama nos Homens Cansaço Chamar os bois pelos nomes Cirurgias Cirurgias de Amigas Codependência Coisificação nas Doenças Prolongadas Complicações Pós-operatórias Consultas Conviver Cumplicidade Dar / Receber a Notícia Desafios Desânimo Desejos Desespero Despedida Diagnóstico Dicas Dieta Distinções Efeitos Secundários de Medicação Emagrecer Encontros de Amigas Esclarecimento Esperança Estilo de Vida Estímulos Exteriores Exames Pré-operatórios Exemplos Famosos Com Cancro Feminilidade Filosofia de Vida Pós Doença Fisioterapia Fracassos Gang da Mama histerectomia Histórias de Luta Hormonoterapia Hospitalizações Humor Implicações Psicológicas Incongruências Informação Lingerie Correta Lingerie Pós-Operatória Medos Meios Complementares de Diagnóstico Meios de Diagnóstico Menopausa Depois do Cancro da Mama Modos de ser Mudanças na Vida Natal Nova Normalidade Novas Amizades Novidades O Cancro em Pormenores O Cancro Não é Só uma Doença; é um conjunto de doenças O Cancro Não é Só uma Doença; é um conjunto de doenças; efeitos secundários da medicação Ocupação em Tempo de Baixa Os cancros dos amigos e familiares Palavras Alheias a Propósito do Propósito Parabéns Partilhar a Doença Perdas Pós-cirurgia Pós-operatórios Prazer em encontrar quem nos entende Prazeres Prevenção Prevenção de Recidivas Processo de Recuperação Projetos de Sensibilização Quimioterapia Radioterapia Rastreio do Cancro da Mama Reações Alheias Reações Pessoais Reconstrução Mamária Regresso à normalidade Regresso ao Trabalho Sentimentos negativos Sexualidade Sinais Sintomas Solidão Tamoxifeno Terapias Toque Tram Flap Tratamentos Verdade Verdadinha Vitórias Vontade de ter poder sobre a doença

riscos marcantes

riscos marcantes

NOTE BEM

No dia 11.1.11, este blogue passou a ser escrito à luz do Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

terça-feira, 29 de março de 2011

Punto Cero / Second Life...


Obrigada, querida Ana Camões, por considerares que o meu blogue merece destaque, na transmissão da verdade sobre o cancro da mama e no estímulo ao espírito positivo na maneira como se encara a luta pela sua cura.

Devia cumprir algumas regras, na transmissão deste selo, mas como tu resolveste presentear toda a nossa malta, já todas o têm e por todas é merecido. Vou então fazer apenas um breve destaque ao blogue da Teresa Pais, que tem um título que eu nunca lhe disse que considero espetacular (Punto Cero / Second Life), por vincar a importância do cancro no estabelecimento de um ponto do nosso percurso existencial como sendo a divisória entre dois tempos muito diferentes da nossa vida.
Destaco ainda, na Teresa Pais, a frontalidade com que demonstra os vários estados de espírito por que passa, pois quem nos lê deve perceber que nem tudo é fácil, que há momentos maus, medos, incertezas, afundamentos, mas há também capacidade para brincar, para nos rirmos de nós próprias e da doença em si, para darmos força umas às outras, usando essencialmente as palavras.

Agora não se ponham com invejas, ok!? Senti que foi o momento certo para destacar a TP, até por aquilo que eu tenho passado ultimamente, mas lá chegará a vossa vez, suas malucas!

BEIJOCAS
a todas

Ah, desculpem, esquecia-me de dizer alguma coisa sobre mim...

Tentando...

\ Oscilo entre o gozo pleno do prazer de viver e a sensação de que não tenho préstimo e nada me interessa, oscilação esta que se relaciona com a quantidade e qualidade dos ventos de reconhecimento que me chegam e alterna em mim comportamentos de grande certeza e determinação com outros de absoluta insegurança e sensação de fraqueza e inferioridade.

\ Preciso de escrever para me conhecer melhor e para me compreender.

\ Eu e a vida temos tido um jogo constante de mútua aceitação-rejeição.

\ Casei com a pessoa certa.

\ Adoro ser e dizer que sou mãe de quatro filhos.

\ Detesto lides caseiras.

\ Adoro decoração.

\ Gosto de jogar, pelo desafio que as regras impõem.

\ Adoro música. Se houver reencarnação, quero ser música, com uma vertente marcadamente Blues.

\ Adoro o cheiro a terra molhada.

\ Adoro mergulhar no mar, com ondas.

\ Adoro o nascer e o pôr do sol, embora poucas vezes tenha visto o nascer.

\ Para ser feliz daqui para a frente, precisava de deixar de ser professora.

\ Não sou de meter conversa, mas, uma vez embalada nela, adoro conversar.

\ Sou boa ouvinte e chateiam-me os maus ouvintes.

\ Estou sempre a leste do paraíso no que diz respeito à vida dos outros. Excessivamente - dizem!

\ Custa-me sempre vencer a inércia e começar a trabalhar, mas, uma vez começada a tarefa, não descanso enquanto não a termino com o êxito possível.

\ Sou direta, frontal, sincera, mas nem sempre compreendida e, por vezes, acabo por ferir susceptibilidades.

\ Chego a ter convicções muito arreigadas, mas a verdade é que a vida já me fez desistir de muitas delas.

\ Não sinto a idade que tenho. Nem metade mora em mim.

\ Gosto de dar prendas quando não é caso para isso e não gosto da obrigação de as dar, à qual me furto muitas vezes.

\ Gosto de viajar sem a obrigação de ver todos os museus e assistir a todos os eventos culturais. Quero ir sem plano de viagem e entrar em locais que me apareçam, como se eu não fosse turista, mas, antes, morasse ali...

DESCULPEM. EXCEDI-ME!

4 comentários:

Teresa disse...

Querida Palhota, já tinha visto este teu post logo pela manhã, mas deixaste-me de boca aberta e sem reacção. O que dizer? Confesso que gostei e fiquei toda orgulhosa. Agradeço muito.
Sobre o nome do blogue posso dizer-te que a primeira escolha foi Punto Cero, não estava livre; a segunda foi Second Life e também não estava. Resolvi juntar os dois nomes e... voilá, foi aceite.
E é assim que me sinto desde o primeiro dia: a tentar conhecer melhor esta nova pessoa que passou a habitar neste corpo um tanto estranho e nesta cabeça diferente. Andamos nisto desde setembro de 2008 e espero que por muitos anos. Demorei 40 para conhecer a primeira, posso demorar a conhecer esta tipa LOL.
Beijocas, menina.
TP

Ana disse...

Gostei do que li. É muito bom ver que estás mais animada, mais centrada em ti. Continua assim.
Beijinhos

Guida Palhota disse...

Teresa, demora o que quiseres a conhecer essa tipa. Demora muito, de preferência, para ficares a conhecê-la mesmo bem. LOL

Guida Palhota disse...

Obrigada pela tua presença, Ana. Espero que esteja tudo bem contigo.

Um beijo